As duas obras: "Krav-Maga - Arte marcial Para Defesa Pessoal" e "Krav-Maga - O Poder, O Mistério, A Verdade" abriram um caminho inédito para todos os praticantes de Krav-Maga.
No mês de Maio de 2007, o Grão Mestre Yaron e o seu filho, Sensei Rotem, publicaram também outra obra: "O Livro do Krav-Maga - A Bíblia".
Como parte de seu trabalho com instituições educacionais, Yaron elaborou vários artigos académicos sobre o Krav-Maga, artigos estes que foram reconhecidos e aceites pela Universidade Hebraica de Jerusalém, a maior e a mais respeitada do país.
No ano de 1994 Yaron recebeu de Imi um diploma indicando o seu grau de 9 º Dan de Krav-Maga e o facto de ele ser o seu único sucessor e Grão Mestre de Krav-Maga no mundo inteiro.

Grão Mestre Yaron e a Escola Bukan 



No ano de 1977, dez anos depois da fundação de sua academia na cidade de Tel-Aviv, Imi passou as chaves da mesma para seu discípulo faixa preta, Yaron Lichtenstein. Pouco tempo depois o Krav-Maga teve uma grande exposição e reconhecimento em Israel e no mundo inteiro.
Yaron na década anterior tinha-se tornado um dos dois primeiros alunos de Imi que começaram o seu caminho numa arte marcial até então desconhecida do público: até aquele momento o Krav-Maga era exclusivamente reservado às forças de Israel. Passados alguns meses, o número de alunos cresceu e a academia ficou demasiado pequena para todos os novos alunos. Consequentemente Yaron voltou à sua cidade natal, Rehovot, e lá fundou, juntamente com Imi, a BUKAN - Escola de Krav-Maga, a primeira do género no mundo, com aproximadamente 3000 alunos e mais de 50 instrutores sob a sua supervisão.
A intransigência profissional que Yaron herdou de Imi e que foi aplicada diariamente nas aulas que ele ministrou, atraiu milhares de alunos para o Krav-Maga. Várias pessoas da área da educação - professores, directores e representantes oficiais do ministério da educação, que viram e sentiram a contribuição do Krav-Maga para as pessoas que o praticavam, ajudaram Yaron a levar o Krav-Maga a dezenas de escolas públicas em Israel. Era a primeira vez no mundo que tal projecto estava a ser implantado. Durante esse tempo Imi acompanhou o grande avanço, sendo um mentor profissional e espiritual para o Yaron e para o Krav-Maga e participando em todos os eventos.
Com o intuito de receber uma licença especial para dirigir uma escola particular de Krav-Maga, Yaron foi estudar na universidade do Instituto Wingate, e se formou como treinador especializado, sendo o primeiro a receber tal certificação do Instituto Wingate e do Ministério de Educação em Israel. Consequentemente, ele foi o único autorizado por um órgão público oficial a conceder diplomas de instrutor em Krav-Maga.
Para além do seu trabalho na Escola, Yaron foi chamado para fundar e criar unidades independentes para instrução de Krav-Maga no exército israelita e nas diversas forças de segurança, projectos esses que também foram muito bem-sucedidos.
No ano de 1989 a primeira delegação de instrutores e alunos de Krav-Maga, com dezenas de integrantes viajou para a Holanda com o objetivo de difundir o Krav-Maga fora de Israel. Assim foi feito o primeiro passo para a expansão do Krav-Maga pelo mundo.
Yaron, juntamente com Imi publicou dois livros sobre o Krav-Maga, incluindo praticamente toda a matéria e todos os movimentos autênticos e originais da mesma forma que foram criados por Imi, sem nenhuma alteração (ao contrário do que muitos fazem hoje em dia).